(JN) Kepler Cheuvreux inicia cobertura da Navigator e dá potencial de 17%

(JN)

A Kepler Cheuvreux atribui um preço-alvo de 4 euros às ações da papeleira portuguesa e a recomendação de “comprar”.

A Kepler Cheuvreux iniciou a cobertura das ações da Navigator atribuindo aos títulos uma recomendação de “comprar” e um preço-alvo de 4 euros.

Tendo em conta a cotação de fecho da última sessão, de 3,41 euros, a avaliação da sociedade financeira tem implícito um potencial de valorização de 17,3%. O Negócios não teve acesso à nota de research, pelo que não é possível explicar os fundamentos desta análise.

De acordo com os dados da Bloomberg, a empresa liderada por João Castello Branco tem um preço-alvo médio de 4,78 euros, sendo que as avaliações dos bancos de investimento que seguem a cotada variam entre 3,10 e 5,80 euros.

A papeleira portuguesa tem 6 recomendações de “comprar” e uma de”vender”.

Ainda de acordo com a agência noticiosa, os analistas reviram em baixa o seu “target” em 11% nos últimos três meses.

Os títulos da Navigator subiram ontem pela quinta sessão consecutiva, tendo fechado o dia a ganhar 1,55% para 3,41 euros. Durante a sessão, porém, tocaram nos 3,454 euros, o valor mais alto desde 22 de maio.

Desde o início do ano, a Navigator acumula uma desvalorização de 5,28%, que compara com a descida de 4,12% da Semapa e com a subida de 7,41% da Altri. Já o principal índice nacional, o PSI-20 avança 9,66% no mesmo período.