+++ (MSN) Jogadores em festa não esquecem cidade de luto

(MSNimage/jpeg© image/jpeg image/jpeg

O médio do Manchester United, Ander Herrera, dedicou o triunfo na Liga Europa às vítimas do ataque terrorista em Manchester na segunda-feira.

Juan Mata e Paul Pogba também prestaram homenagem às vítimas do atentado.

Um minuto de silêncio aconteceu antes do jogo começar, que se transformou em aplauso, em homenagem às 22 pessoas mortas e 64 feridos na explosão no final do espetáculo de Ariana Grande no Manchester Arena.

Os golos, um do internacional francês Pogba e outro do arménio Henrik Mkhitaryan deram ao United o seu primeiro troféu europeu desde 2008, e a sua primeira Taça da Liga Europa.

“Quero dedicar o troféu às vítimas”, disse Herrera aos repórteres após a vitória de quarta-feira.

“Isto é apenas futebol, mas o que aconteceu na segunda-feira foi horrível. Queremos paz no mundo e respeito Isso. Aconteceu em Manchester, mas em todos os lugares temos que ter um mundo unido para lutar pela paz e não ter mais ataques”, disse Herrara.

“Ontem de manhã estávamos arrasados e muito tristes”, acrescentou o espanhol, que se tornou um dos jogadores mais valiosos de José Mourinho nesta campanha europeia.

“Foi difícil treinar ontem, mas o técnico disse-nos que a única coisa que podemos fazer é vencer por eles”, concluiu.

 

Entretanto, na cidade de Manchester, ao contrário do que é habitual nestas ocasiões, os festejos foram contidos. O correspondente da TSF, Emanuel Nunes, fala de um misto de alegria e tristeza. As pessoas continuam a afluir ao memorial com flores dedicado às vítimas e a festa que se viu não saiu do interior dos bares.