(DN) Marinha divulga fotos de porta-aviões russo em águas portuguesas

(DNFrota russa está a ser vigiada por uma fragata da Marinha Portuguesa e por um avião C-3.

O porta-aviões Almirante Kuznetsov, que lidera uma frota de nove navios russos que vai a caminho da Síria, deverá ficar em águas de jurisdição portuguesa até às 19.00 desta terça-feira, a manterem-se os rumos e velocidades a que seguiam hoje, segundo o Ministério da Defesa Nacional.

Os navios estão a ser vigiados à passagem por Portugal por uma fragata da Marinha portuguesa e por um avião C-3.

Hoje, ao meio-dia, o primeiro grupo de quatro navios (porta-aviões incluído) estava frente a Aveiro, a cerca de 83 milhas da costa, dentro da Zona Económica Exclusiva portuguesa, de acordo com a mesma fonte. Um segundo grupo de navios (os restantes cinco) encontrava-se em frente a Viana do Castelo, a cerca de 70 milhas da costa.

Para os analistas, o envio desta frota para a Síria é uma demonstração de força por parte da Rússia, numa altura em que é crescente a tensão entre Moscovo e o Ocidente.