(JE) Galp produziu mais 8% de petróleo e gás no primeiro trimestre

(JE)A

O Brasil foi responsável pela maioria da produção (102,1 mil barris), com Angola a produzir 8,7 mil barris.

A Galp produziu mais 8% de petróleo e gás natural no primeiro trimestre de 2019 face a período homólogo para um total de 110,8 mil barris.

O Brasil foi responsável pela maioria da produção (102,1 mil barris), com Angola a produzir 8,7 mil barris. A grande maioria da produção da Galp corresponde a petróleo (99,5 mil barris), pesando 88,3% da produção total.

Já no segmento “gas and power”, as vendas totais de gás natural/gás natural liquefeito mantiveram-se estáveis nos 1.971 mil milhões de metros cúbicos, com as vendas a clientes diretos a recuar 6% para os 1.157 mil milhões de metros cúblicos.

No segmento refinação e distribuição, a Galp produziu menos 10% de matérias primas processadas, com a venda de produtos refinados a cair 11%. A margem de refinação recuou 30% para os 2,3 dólares por barril.

A Galp vai divulgar os seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2019 no dia 29 de abril, antes da abertura do mercado.